banner colecoes sem titulo

Escultura Brasileira

Dentro  da seção brasileira, encontra-se um grande arco histórico que começa no período colonial brasileiro, estendendo-se até à contemporaneidade, possuindo grande expressividade o momento da arte acadêmica brasileira, em especial pela histórica ligação da instituição com a Academia Imperial de Belas Artes e, sucessivamente com a Escola Nacional de Belas Artes e os Salões anuais. Neste âmbito destacamos, pela dimensão, as obras de Rodolfo Bernardelli, e pela representatividade, as que entraram pelo Salão Nacional de Arte Moderna.

Menina e moça

José Otávio Correia Lima

Bronze fundido, 150 x 50 x 50 cm, 1914

assinada C. Lima, 1914

transferência, 1937, Escola Nacional de Belas Artes

 


Nº de registro: 2577

"Bucólica"

Bruno Giorgi

Bronze fundido, 85 x 15 cm, 1955

assinada B Giorgi, 1955

compra, 1958, Bruno Giorgi

 


Nº de registro: 2621

"Primavera"

Zélia Salgado

Bronze fundido, 47 x 24 x 13 cm, circa 1965 / 1969

sem assinatura

doação, 2004, Zélia Salgado

 


Nº de registro: 16303

Formação Um

Ascânio Maria Martins Monteiro

madeira, 250 x 100 x 50 cm

sem assinatura

doação, Ascânio Maria Martins Monteiro, 1984

 


Nº de registro: 10820

Juventude

Celso Antônio

bronze fundido, 23,5 x 21 x 16 cm, 1956 

assinada Celso Antônio, 1956

doação, 2001, Associação dos Amigos do Museu Nacional de Belas Artes

 


Nº de registro: 15912

"Sem Título"

Farnese de Andrade

madeira, objeto envernizado, 91 x 69 x 46 cm , 1984

assinada Farnese/1984

doação, 1998, Maria Augusta de Andrade Lopes e Lúcia Graça Truppel do Cabo

 


Nº de registro: 15072