Usamos cookies neste website para que você possa ter a melhor experiência. Ao continuar a utilizar este site, entendemos que está ciente disso.

Projeto Ver e Sentir

O Museu Nacional de Belas Artes, ciente da importância do processo inclusivo dos cegos e portadores de baixa visão ao circuito do Museu, iniciou, no decorrer de 2007, o Projeto "Ver e sentir através do Toque".

Ver e sentir através do Toque – projeto experimental de acessibilidade para pessoas com deficiência visual

educativoO Museu Nacional de Belas Artes, ciente da importância do processo inclusivo dos cegos e portadores de baixa visão ao circuito do Museu, iniciou, no decorrer de 2007, o Projeto "Ver e sentir através do Toque". O objetivo do Projeto é tornar a experimentação estética promovida pelas obras de arte, assim como a história da arte e dos processos artísticos, acessíveis aos cegos e portadores de baixa visão. Para isto, foram confeccionadas placas táteis em baixo relevo, maquetes e placas em EVA, e foram preparados textos para áudio descrição destas obras selecionadas. Em 2008, foi promovido pela Seção Educativa um Seminário sobre Acessibilidade. Também houve a visita de alunos cegos do Colégio Pedro II, e uma ida da equipe do educativo à Escola Municipal Helena Antipoff, no sentido submeter o material à experimentação. A partir daí, este material foi sendo utilizado pontualmente, em ações isoladas.

educativo 05Em 2014, o Setor de Educação recebeu a visita da Profª Drª Virgínia Kastrup, Professora do Instituto de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFRJ, bem como suas alunas, para conhecer o projeto ediscutir questões ligadas ao atendimento do público de cegos.

Exposição Ver e Sentir através do Toque

A Exposição Ver e Sentir através do Toque tem como objetivo divulgar o material feito para o Projeto, contemplando visitantes videntes (com máscaras para que tenham uma experiência aproximada de percepção tátil) e cegos (com informações e orientações em Braille). A Exposição tem a parceria da Secretaria da Pessoa com Deficiência (Prefeitura do Rio de Janeiro).

Os técnicos da Secretaria da Pessoa com Deficiência realizaram um treinamento com a equipe do receptivo do MNBA, para sensibilização e orientações a respeito do acolhimento de pessoas com deficiência.

Quando a Arte Toca o Cérebro

No dia 20 de março de 2015, ocorreu uma atividade na Exposição Ver e Sentir Através do Toque, direcionada pela Profª Drª da UFRJ Maira Fróes e pesquisadores. A atividade foi uma visita mediada por eles e pelo Setor de Educação e integrada à programação da Semana Nacional do Cérebro 2015.

O objetivo foi apresentar a pessoas cegas, com baixa visão e videntes com venda nos olhos as versões acessíveis das obras do acervo do MNBA. A atividade, chamada QUANDO A ARTE TOCA O CÉREBRO foi uma experiência dentro da experiência, que pretendeu ampliar o entendimento do que o corpo, o sujeito deste corpo, a arte e a ciência revelam através do toque.