Usamos cookies neste website para que você possa ter a melhor experiência. Ao continuar a utilizar este site, entendemos que está ciente disso.

Novidades do Museu

Júlio Paraty expõe no Museu Nacional de Belas Artes

Com uma representativa seleção de 40  trabalhos(produzidas em acrílico sobre tela e guache) dentre as mais de 3.000 obras produzidas pelo artista em cinquenta anos de carreira, o Museu Nacional de Belas Artes/Ibram inaugura no dia 21 de janeiro a exposição “O mundo paradisíaco de Júlio Paraty”.

Dono de uma robusta carreira artística,  com inúmeras individuais, e sendo um dos mais importantes artistas da histórica e colonial cidade fluminense de Paraty, o pintor popular Júlio Paraty é agora homenageado num momento muito oportuno pois recentemente sua cidade foi reconhecida como Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Na exuberância de suas cores e rigor de sua composição, a obra de Júlio desde sempre teve como inspiração e temas o patrimônio cultural de sua Paraty natal: suas tradições, as festas religiosas, os modos de viver, as brincadeiras, a pesca e os barcos, os personagens, santos e bandeiras da localidade em meio a luxuriante natureza.

Paraso Tropical n. 1 060x080 Acrlico sobre tela Coleo do Artista Foto Marcus Prado

Para o curador da mostra “O mundo paradisíaco de Júlio Paraty”,  o cineasta Luis Carlos Bigode, “esta retrospectiva nos permitirá acompanhar a evolução de seu percurso, dos primeiros trabalhos onde a presença de blocos compactos forma a narrativa da tela, ao povoamento riquíssimo de seus espaços por uma multidão de personagens coadjuvantes, ações paralelas ao tema principal, pequenas telas dentro daquilo que retrata, numa inquietação que habita o mundo e o atelier dos grandes artistas”.

Em sua longa trajetória, Júlio realizou cerca de trinta exposições individuais, a primeira em 1971, em São Paulo, no Antiquário Chafariz. Na capital paulista ele expôs também em 1984, no Centro Cultural São Paulo, e no Rio de Janeiro, na Funarte, em 1979 e 1981. Participou também de exposições internacionais coletivas, em 1980 – Exposições Coletivas de Naifes Internacionais – na Galeria do Bonfim de Amsterdam e na Galeria do Bonfim de Bonn, na Alemanha.

Conjugado à exposição haverá também a exibição permanente do filme que faz parte da série “Atelier do Artista”, com fotografia de Alisson Prodlik e direção de Luiz Carlos Lacerda – que é também o curador da exposição.

A mostra “O mundo paradisíaco de Júlio Paraty” conta com o apoio da Secretaria de Cultura de Paraty.

 

Serviço:  exposição “O Paradisíaco Mundo de Júlio Paraty”

Período: de 22 de janeiro de 2020 a 25 de outubro de 2020.

Local: Sala Chaves Pinheiro e Ubi Bava

Endereço: Avenida Rio Branco, 199 – Cinelândia /📱 (21) 3299 0600

Visitação: ter a sex das 10h/18 horas; sábados, domingos e feriados das 12/ 17 horas.

Ingressos: R$ 8,00 e meia: R$ 4,00 e ingresso família (para até 4 membros de uma mesma família) a R$ 8,00. Venda de ingressos e entrada de visitantes até 30 min antes do fechamento do museu

Facebook: www.facebook.com/MNBARio  

Instagram: https://www.instagram.com/mnbario/

Inscreva-se no Canal do Youtube:  MNBARio

 

 

 

 

Eventos do MNBA

  • 22 Set - 23 Set
  • 23 Set - 24 Set
  • 24 Set - 25 Set

Obras em Destaque

Estrutura

Estrutura

Iberê Camargo Óleo sobre tela, 90 x 128 cm assinada Iberê Camargo, 1961 compra, 1961, Iberê Camargo  
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
  • 33
  • 34
  • 35
  • 36
  • 37
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42
  • 43
  • 44
  • 45
  • 46
  • 47
  • 48
  • 49
  • 50
  • 51
  • 52
  • 53
  • 54
  • 55
  • 56
  • 57
  • 58
  • 59
  • 60
  • 61
  • 62
  • 63
  • 64
  • 65
  • 66
  • 67
  • 68
  • 69
  • 70
  • 71
  • 72
  • 73
  • 74
  • 75
  • 76
  • 77
  • 78
  • 79
  • 80
  • 81
  • 82
  • 83
  • 84
  • 85
  • 86
  • 87
  • 88
  • 89
  • 90
  • 91
  • 92
  • 93
  • 94
  • 95
  • 96
  • 97
  • 98
  • 99
  • 100
  • 101
  • 102
  • 103
  • 104
  • 105
  • 106
  • 107
  • 108
  • 109
  • 110
  • 111
  • 112
  • 113
  • 114
  • 115
  • 116
  • 117
  • 118
  • 119